EXCLUSIVO – Uma das plenárias realizadas na tarde de ontem (11) no 2º Congrecor apresentou o protagonismo do corretor no mercado de seguros. Um ponto destacado pelos palestrantes foi o fato da transformação digital não ter tirado o profissional da intermediação dos negócios, ressaltando seu posicionamento como consultor e defensor dos direitos do segurado. Joaquim Mendanha, presidente do Ibracor, afirmou que a entidade vive uma nova fase, com a diretoria disposta a modernizá-la e trabalhando pela autorregulação do setor.

“A autorregulação será uma fiscalização orientativa e preventiva para os corretores de seguros. O Ibracor veio para trabalhar com a questão orientativa, de forma antecipada, para que os corretores saibam a legislação que devem seguir”, antecipou Mendanha.

O presidente em exercício da Escola de Negócios e Seguros, Antonio Carlos Costa, destacou que com o aumento da oferta e a flexibilização dos produtos promovidos pela Susep, “o corretor de seguros se torna ainda mais importante, porque a evolução das novas modalidades, como o agro, o cyber, exige uma venda consultiva de qualidade com a intermediação do corretor de seguros”.

O presidente da CNseg e CEO da Porto Seguro, Roberto Santos, apontou em sua participação na plenária do Congrecor o corretor de seguros como protagonista da distribuição de seguros, porque trata-se de um mercado complexo, com um fator cultural forte. Em 2021, duas empresas insurtechs que nasceram com distribuição direta mudaram e passaram a comercializar também com o corretor de seguros. “A nossa experiência recente mostrou que o consumidor tem poder e informação, constituindo mais opção de escolha. Ele pode comprar com o corretor ou pelo site das companhias, mas sabemos que a compra de seguro não é impulsiva, depende de explicação e esclarecimento”.

“Entendemos da autoridade máxima do setor de seguros, que é o segurado. Nossa missão é a solidariedade humana. Estamos próximos do segurado para entender suas demandas e necessidades. Chegamos até aqui com muitos desafios, fomos protagonistas até aqui e vamos continuar sendo”, afirmou o presidente em exercício da Fenacor, Manuel Dantas.

Armando Vergilio aproveitou o evento para apresentar a terceira edição do evento Conexão Futuro Seguro, que terá participação virtual e presencial dos corretores de seguros, nos meses de outubro, novembro e dezembro, com a participação de especialistas das seguradoras e dentro de cada tema escolhido. “O foco estará na utilização do meio digital pelos corretores de seguros. É preciso estarmos na vanguarda do uso da tecnologia, com o programa do DigiCorretor”.

Kelly Lubiato, de Rio Quente/GO

*Com informações da assessoria de imprensa do evento

The post Congrecor 2022: Corretor como protagonista do mercado de seguros appeared first on Revista Apólice.