Atenta aos idosos de hoje e do futuro, a Unimed Nacional vem consolidando seus programas destinado à terceira idade. A parceria mais recente foi firmada com a Mais 60, plataforma de serviços privados de Geriatria e Gerontologia de Minas Gerais e referência nos cuidados primários às pessoas idosas. Objetivo da cooperativa é ampliar a atenção para esse público com cobertura agora para o Estado de São Paulo.

A experiência já apresenta resultados positivos na Unimed BH, que conta com os serviços da plataforma há oito anos, com queda de 33% em internações clínicas e de pronto-socorro e controle de mais de 90% de doenças como diabetes e hipertensão, além da queda em 56% em internações por fraturas de fêmur. Os beneficiários que optarem pelo programa terão um médico e um enfermeiro de referência exclusivos. Os atendimentos, individualizados e multiprofissionais, podem ser virtuais ou presenciais nas clínicas da cooperativa.

Há ainda um núcleo de discussões de caso, com atuação de um time de especialistas para cuidado integral. Com 40 dias de início do projeto, 311 pacientes já aderiram ao programa e estão aguardando a realização da consulta. Outros 73 pacientes já realizaram a primeira consulta na clínica da Alameda Santos (SP).

Esse é o caso de Nelci Ferreira, que está participando da iniciativa. “Me senti muito à vontade na consulta”, diz ela. “Com a idade, é fundamental poder contar com uma assistência dessas.”

População idosa

No Brasil há um déficit importante de atenção geriátrica, sobretudo, quando projeções da Organização Mundial da Saúde apontam para quase 90 milhões de idosos em 2050. Já num futuro mais próximo, em 2025, o País deve ocupar o sexto lugar em número de idosos no mundo, o que deverá causar impacto direto nos sistemas de saúde pública e previdenciário do país, além da forma de cuidar dessas pessoas.

Atualmente, segundo compilados pela plataforma, mais de 75% das pessoas com mais de 60 anos dependem do SUS (Sistema Único de Saúde). Existem cerca de 2 mil geriatras no Brasil. É uma média de um para cada 12 mil idosos. Em contraste, há 1 pediatra para cada 1500 crianças.

No Maranhão e no Mato Grosso do Sul, por exemplo, a proporção de geriatras é de um profissional para 30 mil idosos. Em Minas, um geriatra para 8.500 idosos e 60% dos especialistas estão no Sudeste.

De acordo com o presidente da Unimed Nacional, Luiz Paulo Tostes Coimbra, a equipe responsável pela parceria está fazendo um trabalho intenso de contato com os idosos elegíveis para convidá-los a conhecer e participar desse projeto de cuidado e acolhimento. “Nosso foco está nas pessoas e a terceira idade está no centro do nosso trabalho assistencial para cuidado integral e multidisciplinar”, reforçou.

A Plataforma

A Clínica Mais 60 Saúde foi criada em 2013 por três profissionais que resolveram empreender e ajudar a promover a qualidade de vida da população idosa. Eles possuem grande conhecimento médico, larga experiência em cuidados preventivos de pessoas com 60 anos ou mais e são comprometidos com a promoção da cultura de acolhimento e humanização da saúde.

Hoje, a Mais 60 Saúde conta com seis unidades em Belo Horizonte região metropolitana. São 180 colaboradores dentre médicos, demais profissionais de saúde e o pessoal de apoio administrativo na sede, que fica no Barro Preto. Ao todo, pelo menos 6 mil pessoas que já passaram por algum tipo de atendimento ou continuam ligadas a algumas das atividades da clínica.

N.F.
Revista Apólice

The post Unimed Nacional fortalece gestão assistencial e cuidado com idosos appeared first on Revista Apólice.