Um relatório da Fenaprevi (Federação Nacional de Previdência Privada e Vida), com base nos dados da Susep (Superintendência de Seguros Privados), revelam que, de janeiro a novembro de 2023, houve crescimento de 6,3% no pagamento de benefícios à população com seguro de pessoas (sinistros), o que somou R$ 13,9 bilhões nos onze primeiros meses do ano passado.

Deste total, 54% foram transferidos aos detentores de apólices de seguro de Vida (individual e coletivo), seguidos por 18% no seguro Prestamista e 13% em Acidentes Pessoais. Ao mesmo tempo, os ramos com as maiores variações positivas no pagamento de benefícios foram o seguro Viagem, com alta de 43,4%; os Dotais (19,5%) e o segmento de Doenças Graves (18,7%) tendo em vista a mesma base de comparação.

Observando exclusivamente o mês de novembro de 2023, o setor indenizou aos segurados R$ 1,3 bilhão em benefícios, alta de 8,3% quando comparado a novembro do ano anterior. Os maiores pagamentos foram nos seguros de Vida em Grupo, Prestamista e Acidentes Pessoais, responsáveis por 47%, 17% e 14% do total de sinistros pagos no mês.

Até novembro, arrecadação de seguro de pessoas sobe 7,5%

O estudo destaca ainda que, de janeiro a novembro de 2023, o setor alcançou R$ 56,7 bilhões em prêmios, registrando alta de 7,5%, sobre 2022. As principais variações foram nos seguros Funeral e Vida Individual, cada um com expansão de 23,7% e 20,3%. Ainda nos onze meses analisados, 48% do valor arrecadado foi em seguro de Vida (individual e coletivo), 27% em seguro Prestamista e 13% em Acidentes Pessoais.

Ainda sobre a arrecadação, somente em novembro, os principais destaques foram novamente os seguros Funeral e Vida Individual, que cresceram 34,5% e 19,6%, respectivamente. Ao todo, o setor cresceu 8,5% no mês, fechando em R$ 5,4 bilhões em prêmios.

N.F.
Revista Apólice

The post Segurados receberam quase R$ 14 bi entre janeiro e novembro de 2023 appeared first on Revista Apólice.